#DESAFIO10K, #DESAFIO5K, Vida de Corredora

Me rendi a musculação e agora? #Vidadecorredora

Olá pessoas !

Venci na vida !!!!! Ou quase vai… para quem disse que NUNCA iria fazer musculação, puxar ferro ou se aventurar naquelas máquinas estranhas da academia. Olha estou saindo melhor que a encomenda viu!

Pelo titulo do post vocês já devem imaginar do que estou falando e como cheguei a uma conclusão particular sobre a junção de MUSCULAÇÃO e CORRIDA e se elas na vida da Larinha aqui vai funcionar… Antes que se perguntei já vou adiantar para as mentes pensantes e opinantes como eu. Não sou profissional de educação física ou seja aqui está a opinião de uma pessoa leiga e que pratica esportes aleatórios a cerca de 3 anos como o caso da corrida, então estamos todos no mesmo barco que seguem as blogueiras fitness e tals.

Sempre gostei de correr como falei no post anterior se ainda não viu é só clicar aqui #VidadeCorredora é algo que prático a muito tempo. Mas era só isso e acabou correr e correr mas nunca tive alinhado um treino de fortalecimento continuo como a musculação. Treinos funcionais somente com o peso do seu próprio corpo comecei a quase 1 ano mas nada levado a sério. Como sou uma pessoa hiperativa ficar fazendo a mesma coisa por mais de 5 minutinhos ou repetições já me deixa um pouco incomodada e consigo amenizar essa hiperatividade com a corrida. Posso falar sobre isso em outro post 😉 o que acham?

Bem mas de uns tempos para cá percebi que meu rendimento na corrida vem aumentando e em paralelo a fadiga muscular ou seja percebi que estava ficando com as pernas pesadas. E foi ai em uma conversa com o personal ele disse que isso é por que não tenho músculos fortalecidos e que preciso melhorar isso para consequentemente melhorar na corrida.

E como uma pessoa hiperativa que AMA a sensação pós corrida na esteira ou na rua vai parar tudo e fazer musculação?

Não vem sendo uma tarefa fácil quebrar essa barreira/preconceito desses aparelhos viu mas estou começando a gostar dos pequenos resultados ainda mais que já vi que minhas corridas estão ficando mais produtivas e com menos cansaço muscular pós treino de aeróbico. Meu treino já adianto é de pouco ou nada de carga pois ganho massa muscular muito fácil mas faço com muitas repetições e exercícios funcionais que eu até prefiro também fazem parte desse treino. Cada organismo tem seu limite e jeito de receber qualquer estimulo muscular, então procure um profissional sempre.

Resultados que percebi e  quais foram as minhas percepções finais.

Não estão cheia de músculos rsrsrsrs mas pretende ficar “durinha” e leve para ter mais velocidade nas corridas mas o que percebi foi diminuição das dores e aumento do rendimento em tiros de 3 min a 12k na esteira. Tenho muito que aprender ainda nunca fiz isso né! Mas só de ter saído da minha zona de conforto e conhecer esse outro lado fitness já foi uma vitória para uma virginiana acostumada com rotinas e processos.

Bem pessoal essa vem sendo a minha aventura no mundo dos “marrombas” #sqn hehe sempre vou trazer assuntos relacionado a esse tema #vidadecorredora mas quem quiser acompanhar é só me seguir nas redes sociais @LaraDaianna em todas ou procurar a #5ktododia no instagram !

Até

Lara

#DESAFIO10K, #DESAFIO5K, Vida de Corredora

3° Episódio #DESAFIO5K – Como evoluir seu treino!

 

Olá Pessoas!!
Nos últimos episódios do #DESAFIO5k falamos do por que começar a correr e com dicas simples de como dar o primeiro passo!
Se você seguir todas as dicas dos últimos episódios, a essa altura já está se aventurando em correr no minimo 3k não é mesmo?? Se está PARABÉNS eu já fico muito feliz de estar ajudando você nessas etapas iniciais e ACREDITE com dedicação e foco vai conseguir conquistar ainda mais “K” de distâncias por ai !
Em algum momento da sua jornada sendo 5k, 10k ou mais você irá se sentir como se estivesse sem rendimento, ou seja , como se corresse num “piloto automático”. Isso significa que seu corpo já “ACOSTUMOU” com essa distancia e que está na hora de evoluir seu e trabalhar um pouco mais sua resistência a distancias maiores. Daí vem a questão: Como faço isso ??
Hoje vou falar de como venho tratando dessa evolução do meu treino diário** e com estas dicas valiosas você pode aplicar e começar o quanto antes a busca de superar desafios.
1 – De inicio estabeleça uma meta a ser cumprida na semana: Quando se coloca um número como objetivo sua mente já começa o trabalho de como vai realizar essa tarefa, automaticamente seu corpo responde com estímulos neurológicos e aplicados adequadamente o resultado será um SUCESSO ! Sim corrida também é uma ciência, e mais do que nunca você deve trabalhar sua mente em 100% !
2 – Procure acrescentar metros diariamente ao seu desafio de evolução: Não queira pular de 3k para 10k no primeiro dia de evolução, pois na manhã seguinte você mal conseguira levantar da cama para trabalhar ! Um dica é aumentar a distancia em 200 metros após a conclusão da sua corrida e manter esse estimulo todos os dias, e correr assim até se sentir confortável para  acrescentar mais. Esses tiros de distâncias a mais gradativamente evitam lesões e aumentam sua resistência e eficácia em uma meia maratona onde os metros finais faz toda a diferença na busca da primeira colocação.
3 – Trabalhe sua força: Particularmente não ligava muito para a força corporal que tinha, o que achava que correr já exigia muita força e que não precisava estimular ela ainda mais. Engano seu !!! O estimulo muscular para um corredor é muito importante e com ele você consegue ser mais leve, veloz e garantir que não perderá rendimento nas provas de grandes distancias. Pelo menos 2x na semana faço aula de funcional trabalhando com o peso do meu corpo para fortalecimento dos membros inferiores e 1x na semana alongamento. Invista em condicionamento físico e muscular é muito importante!!!!!
4 – Controle sua frequência cardíaca: Se você nos 500 metros já esta super ofegante e querendo desistir ou acha que seu coração vai saltar pela boca. Amiga(o) melhor controlar esse seu coração ai viu! Nos corredores precisamos estar sempre atentos a nossa frequência de batimentos cardíacos e melhor controlar o ritmo para evitar a exaustão na corrida e o pior um infarto! Existe varias tabelas onde você identifica qual frequência é melhor para exemplos: Perda de gordura, Resistência, Condicionamento Físico e outras. Quando eu corro distancias acima de 5K tenho como regra manter meu batimentos a 140 por minuto, sim meu ritmo de corrida será menor e consequentemente meu tempo vai ser maior, mas quando estiver nos metros finais vou poder dar meu sprint final com tranquilidade.
5 – Não se arrisque : Essa dica final é muito valida para os iniciantes não arrisque a fazer algo que seu corpo ainda não está preparado. Comece devagar e com um ritmo leve de treinos de evolução. Com essas dicas certamente daqui a 1 mês você já deve estar correndo seu 5k num tempo bom e seu corpo pronto para as próximos evoluções de treinos.
**esse treino foi o que funciona para mim, não sou educadora física – duvidas procure um profissional qualificado ok !
Bom corredores este foi mais um episódio do #DESAFIO5K espero que tenham gostado e até a próxima !
E não deixe de acompanhar o #DESAFIO5K nas redes sociais !
Snap e Insta: @laradaianna
Twitter: @daiannalara
E curtir e compartilhar a Fan Page do blog no Facebook: facebook.com/25eagora
Até mais pessoas!